A primeira edição da “Taça do Rei Amador” abre o calendário 2010 do ciclismo

Publié le par Federação São-tomense de Ciclismo

rei-amador-017web.jpgAlberto Pereira é o grande vencedor

São Tomé, 10 de Janeiro de 2010

O ciclismo volta nas estradas de São Tomé e Príncipe com a primeira edição da “Taça do Rei Amador”, patrocinada pela Direcção Geral da Cultura, que quer desta forma homenagear esta ilustre personagem que liderou em 1595 a primeira revolta dos escravos em São Tomé. Vinte e um ciclistas participaram nesta primeira edição da corrida, entre eles Alberto Pereira e Edjmer Amado que já têm experiência internacional tendo o primeiro participado em competições nos Camarões, e o segundo na Namíbia e na Africa do Sul. 

Com partida a frente da estatua do Rei Amador, na Praça da Cultura, a corrida percorreu um circuito entre Vila Maria, Pantufo, Almas, S. Fenícia, Bombom, Cova Barro, Vila Maria a repetir 2 vezes. A primeira parte da corrida foi protagonizada pela escapada em solitário de Lary Sacramento que foi apanhado pelo resto do grupo na segunda passagem em Praia Melão. Pouco depois Alberto Pereira desencadeou o ataque decisivo, conseguiram ficar na sua roda somente Edjmer Amado e Nelson Aguiar. Com um segundo ataque lançado pouco depois de Almas Alberto Pereira conseguiu ficar sozinho a frente da corrida e chegar na linha da meta depois dos 30 km percorridos com 1 minuto e 20 segundos de vantagem sobre Edjmer Amado. Nelson Aguiar conquistou o terceiro lugar, tendo conseguido controlar a remonta de Gabriel Ceita e de Edney Quaresma.

Alberto Pereira vencedor da prova reside em Margarida Manuel e tem 20 anos de idade está na lista de candidatos para participar entre Maio e Julho num estagio de treino em França, onde terá a possibilidade de competir em provas internacionais ganhando assim uma importante experiência. O segundo classificado Edjmer Amado, foi também 2 vezes estagiário do Centro Continental em 2008 e 2009, em 2009 representou São Tomé e Príncipe nos campeonatos africanos realizados em Windhoek, Namibia.

A entrega dos prémios foi realizada a frente da estatua do Rei Amador e foi presidida pela Directora Geral da Cultura, pelo Director do Gabinete do Ministro da Educação e Cultura e contou com a presença de outros membros da Direcção da Cultura, de dirigentes da Federação São-tomense de Ciclismo e de apaixonados do ciclismo e curiosos. Para o primeiro lugar foi entregue uma bicicleta de montanha, outros prémios foram atribuídos aos primeiros cinco classificados da classificação geral e aos dois primeiros da categoria bicicleta de montanha.

A prova foi optimamente patrulhada pela brigada de trânsito da Policia Nacional e assistida pelos voluntários da Cruz Vermelha de STP. O grupo de motoqueiros da FSC apoiou para o serviço de abastecimento de água e assistência aos ciclistas no percurso.

A próxima corrida de estrada está programada para o dia 20 de Março com a sétima edição da “Corrida da francofonia”.

Publié dans Competições em STP

Commenter cet article