O ciclismo de São Tomé e Príncipe nas ruas dos Camarões

Publié le par Federação São-tomense de Ciclismo

web GP Chantal Biya 2 115

Yaoundé, 5 de Outubro de 2010

A selecção nacional de ciclismo, que deixou São Tomé e Príncipe ontem de manhã, já se encontra em Yaoundé para participar na 10ª edição do Grande Premio Chantal Biya, competição internacional de ciclismo que faz parte do calendário UCI Africa tour.

Na competição vão participar 12 equipas em representação de 9 países da Africa, Europa e Ásia. Além dos Camarões, país anfitrião, que apresenta à partida três equipas, a Africa é representada pelo Congo, Republica Centrafricana, Gabão, Angola e São Tomé e Príncipe. Completam o grupo duas equipas francesas, uma da Eslováquia e uma do Japão, para um total de 72 ciclistas. São Tomé e Príncipe será representada por Edjmer Amado Sousa, campeão nacional em carga, Alberto Pereira segundo classificado da Volta do Cacau S. Tomé, Daniel Sousa, Lauriano Cardoso, Nelson Aguiar e Yordanis Correia. A equipa será dirigida pelo director técnico Gontrand Artu e assistida pelo mecânico Abdulay Sousa. Entre os ciclistas conhecidos pelo público são-tomense, a realçar o campeão nacional de Angola, Igor Silva, recente vencedor da 1ª edição da Volta do Cacau.

 

Quarta feira, 6 de Outubro, depois da cerimónia de apresentação oficial das equipas será realizado o prólogo em circuito fechado no Boulevard 20 de Maio, na cidade de Yaoundé. Na Quinta feira a primeira etapa de 157 km levará o pelotão de Yaoundé a Ebolowa. A segunda etapa de 159 km será entre Zoétélé e Meyomessala. A terceira e última etapa será entre Sangmelima e Yaoundé (168 km). 

 

Yaounde 6 de Outubro de 2010

O camerunes Damien Teku e a primeira camisola amarela do Grande Premio Chantal Biya; tendo vencido o prologo realizado na cidade de Yaounde, frente ao frances Catalayud. A victoria do ciclista de casa entusiasmou o numeroso publico presente. A cerimonia de abertura foi presidida pelo Ministro dos Desportos dos Camaroes. Durante a apresentacao da equipa de STP foi realcado que para os atletas de STP ja e uma victoria o facto de ter conseguido participar pela primeira vez numa prova desta envergadura.

 

Ebolowa 7 de Outubro de 2010

Grande festa Camerunesa em Ebolowa. A primeira etapa do GP Chantal Biya, Yaounde, Ebolowa de 157 km, foi reportada pelo ciclista de casa Martinien Tega; que conquistou assim a camisola de lider. Alberto Pereira e Edjmer Amado chegaram na linha da meta com o pelotao principal, enquanto Nelson Aguiar, Yordanis Correia e Daniel Sousa chegaram com o ultimo pelotao. Amanha segunda etapa entre Zoetele e Meyomessala de 159 km.

 

Sangmelima, 8 de Outubro de 2010

A segunda etapa do Grande Premio Chantal Biya de 146,3 km entre Zoetelé, Sangmelima e Meyomessala foi reportada pelo francês Mathias Collet da equipa Francesa Armée de Terre. Em segundo lugar o eslovaco Jozef Palcak e em terceiro o francês Adrien Catalayud da equipa japonesa Fuji Cycling time. A prova foi caracterizada por uma escapada de um grupo de 24 ciclistas, iniciada ao km 45 e que chegou na linha da meta com uma vantagem de 24’ 21’’ sobre o pelotão principal. A camisola amarela de líder continua com o camerunes Martinien Tega da selecção nacional A dos Camarões. Tega tem uma vantagem de 1’ 13’’ sobre o outro camerunes Hervé Mbah e de 1’ 16’’ sobre o francês Sebastien Galtie da equipa Team Allier.

 

Alberto Pereira e Daniel Sousa da selecção nacional de STP chegaram na linha da meta no pelotão principal e são classificado respectivamente no 34º e 48º lugar da classificação geral. Menos sorte teve Edjmer Amado que foi vítima de uma queda ao km 40 e que o obrigou a percorrer o resto do percurso em solitário chegando na linha da meta fora do tempo limite. Depois da chegada em Meyomessala a caravana deslocou-se para Sangmelima onde será dada a partida da terceira e ultima etapa da corrida.

 

Yaounde,  9 de Outubro de 2010

Martinien Tega da equipa Cameroun A é o grande vencedor da 10ª edição do Grande Premio Chantal Biya, prova internacional de ciclismo. Tega precede na classificação geral o camerunes Hervé Mbah, o francês Sebastien Galtié, respectivamente segundo e terceiro.

A última etapa de 168 km entre Sangmelima e Yaoundé foi foi dominada pelas equipas camerunesas que conduziram o pelotão durante todo o percurso. No prémio da montanha situado a 20 km da linha da meta registou-se um ataque de Alberto Pereira da selecção nacional de STP que provocou a quebra do pelotão. Na subida ao segundo premio da montanha o francês Catalayud consegui fugir com um grupo de 18 elementos. A chegada no centro de Yaoundé foi resolvida ao sprint com a victoria do eslovaco Jozef Palcak, frente aos franceses Adrien Catalayud da equipa Fuji e Guillaume Torret da equipa Team Allier. Alberto Pereira com um ataque realizado ao ultimo km classificou-se no 19º lugar frente ao resto de pelotão. Daniel Sousa da selecção nacional chegou na meta no pelotão principal.

Na classificação final Alberto Pereira classificou-se no 30º lugar e Daniel Sousa no 47º.

O balanço feito pelo director técnico da equipa de STP, Gontrand Artu é bastante positivo, tendo em consideração ser esta a primeira participação de uma equipa nacional a uma prova internacional de ciclismo. Os resultados obtidos pela equipa nacional indicam que os ciclistas são-tomenses, já têm de um ponto de vista físico, um nível suficiente para competir a nível regional, contudo falta ainda uma certa experiência sobre o comportamento durante as competições e sobre o trabalho de equipa. De certeza a selecção nacional vai voltar para São Tomé e Príncipe com uma grande experiência adquirida e com um passaporte para a participação à próxima Volta dos Camarões que terá lugar de 15 a 26 de Fevereiro de 2011.

 

 

Commenter cet article